GeoLeiria

Este Blog pretende ser o ponto de encontro e debate dos Geólogos em/de Leiria e de todos aqueles que gostam desta ciência ou de Biologia, Geografia, Ambiente e Astronomia, entre outras. Criado no âmbito do Projecto Ciência Viva VI "À descoberta da Geologia em Leiria", com membros nas Escolas Correia Mateus e Rodrigues Lobo, Núcleo de Espeleologia de Leiria e Centro de Formação de Leiria, neste local serão colocadas novidades locais, nacionais e internacionais, actividades de Escolas e outros.

segunda-feira, maio 04, 2009

PNSAC no Geopedrados

Post roubado ao Blog Geopedrados:

Duas notícias interessantes sobre o Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC), a primeira com algumas incorrecções e a segunda já dada por nós aqui no Blog:


Parque | Serras de Aire e Candeeiros
Protegido há 25 anos

Criado a 4 de Maio de 1979 pelo decreto-lei 118/79, o PNSAC estende-se por uma área de quase 40 mil hectares. É o sétimo maior parque natural do País, num total de doze, e abrange os concelhos de Alcobaça e Porto de Mós (no distrito de Leiria) e ainda os municípios de Alcanena, Ourém, Rio Maior, Santarém e Torres Novas (distrito de Santarém). Inclui uma parte significativa - mas não total - do Maciço Calcário Estremenho, constituído pelas Serras de Aire e Candeeiros e pelos planaltos de Santo António e São Mamede.

Embora tenha sido criado em 1979, só sete anos mais tarde é que começou o trabalho efectivo nesta área protegida onde o contraste é a sua marca principal: a água, que não se encontra à superfície, tem no seu subsolo um enorme reservatório que está agora a ser objecto de estudo.

Possuindo um vasto número de formações calcárias - grutas, algares, lapiaz e poljes -, o PNSAC tem, ao nível da fauna morcegos, grupo ao qual pertencem nove das onze espécies de mamíferos ameaçados de extinção em Portugal. Ao nível da flora destaque para as orquídeas. “A “Inula montana”, uma espécie rara, tem pelo menos dois núcleos nesta área protegida.




1 Comments:

Enviar um comentário

<< Home